sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Hirai emprestado ao Albirex

O atacante Shoki Hirai, de 24 anos, que foi um dos artilheiros da J-League em 2010 pelo Gamba Osaka e curiosamente passou boa parte da temporada deste ano amargando o banco de reservas, jogará pelo Albirex Niigata em 2012.


De artilheiro em 2010 para reserva de luxo em 2011, Hirai buscará titularidade em Niigata (Foto: The Rising Sun News)

Será que pelo Albi, Hirai voltará a flertar com os gols ano que vem?

Sub-22 japonesa volta as atividades

Hoje pela manhã, o técnico da seleção sub-22 japonesa, Takashi Sekizuka, convocou 25 jogadores para o "Training Camp" de praxe da seleção, que começará na terça que vem, em Tóquio, e irá até o dia 15 de janeiro. Enquanto os 25 atletas convocados irão treinar no campo e fazer trabalhos específicos, Sekizuka irá conversar com os quatro atletas que atuam na Europa e não foram convocados: Takashi Usami, do Bayern de Munique; Yuki Otsu, do Borussia Mönchengladbach; Yoshiaki Takagi, do FC Utrecht; e Hiroshi Ibusuki, do Sevilla Atlético. O treinador convocou os atletas para conversar com eles sobre sua vontade de atuar pela sub-22, o empenho, e também, a concepção deles para com o time.

Sekizuka afirmou, em entrevista ao site oficial da JFA (Associação de Futebol Japonesa), que é maravilhoso essa oportunidade de treinamento. "É maravilhoso para nós termos esta oportunidade de treinar. Estou grato pela vontade e empenho dos jogadores na seleção, tanto individualmente, quanto coletivamente", afirmou o treinador.

Na lista de convocados, nenhuma surpresa. Sekizuka convocou praticamente todos os titulares e jogadores que vinham sendo chamados, entre eles: Hiroshi Kiyotake, Kazuya Yamamura, Shuichi Gonda, Shunsuke Ando, Yusuke Higa, Yutaka Yoshida, Hiroki Sakai, Naoki Yamada, Manabu Saito, Keigo Higashi, Kensuke Nagai, Yuya Osako e ainda Kenyu Sugimoto. Segundo o treinador, ele ainda teria convocado Gotoku Sakai, mais novo japonês na Europa, reforço do Stuttgart, de Okazaki, porém, preferiu deixar o jogador se adaptar ao novo clube. Já Mu Kanazaki e Gaku Shibasaki não foram chamados para descansarem.



Presente nas convocações da seleção principal e um dos grandes destaques da seleção sub-22, Kiyotake mais uma vez está presente na lista de convocados (Foto: Reuters)

O "Training Camp" serve como preparação para a fase final do Pré-Olímpico, que começa em fevereiro. O Japão, que lidera o seu grupo com 9 pontos e 100% de aproveitamento, tem pela frente na próxima rodada, a Síria, no dia 5 de fevereiro. Depois, os Young Samurais Blues encaram a Malásia, no dia 22 do mesmo mês, e fecham sua participação contra o Bahrein, no dia 14 de março. Caso vença a Síria na próxima rodada, o Japão já garante vaga nas Olimpíadas de Londres.



Segue a lista de convocados:

Goleiros:

Shuichi Gonda - F.C. Tokyo

Koki Otani - Urawa Red Diamonds

Takuya Masuda - Ryutsu Keizai University

Shunsuke Ando - Kawasaki Frontale



Defensores:

Yusuke Higa - Ryutsu Keizai University

Kazuki Oiwa - Chuo University

Daisuke Suzuki - Albirex Niigata

Yutaka Yoshida - Ventforet Kofu

Yuichi Maruyama - Meiji University

Hiroki Sakai - Kashiwa Reysol

Mizuki Hamada - Urawa Red Diamonds

Shohei Takahashi - Verdy Tokyo



Meio-campistas:

Hiroshi Kiyotake - Cerezo Osaka

Kazuya Yamamura - Ryutsu Keizai University

Naoki Yamada - Urawa Red Diamonds

Manabu Saito - Ehime FC

Keigo Higashi - Omiya Ardija

Kosuke Yamamoto - Jubilo Iwata

Hotaru Yamaguchi - Cerezo Osaka

Kyohei Noborizato - Kawasaki Frontale

Takahiro Ogihara - Cerezo Osaka



Atacantes:

Kensuke Nagai - Nagoya Grampus

Ryohei Yamazaki - Jubilo Iwata

Yuya Osako - Kashima Antlers

Kenyu Sugimoto - Cerezo Osaka

Novidades das transferências do futebol japonês

Mais um dia cheio de novidades sobre o futebol japonês. Hoje aconteceram ainda mais contratações, especulações e boatos, e, mais uma vez, você confere tudo aqui, no Futebol Nippon.

Confira as últimas novidades:

Jovem estrela nipônica pode aumentar o esquadrão nipônico na Europa

Após as idas de Mike Havenaar e Gotoku Sakai para o Velho Continente, mais um jogador japonês pode aumentar o número de nipônicos na Europa. Ele é Miki Takahara, jogador de 19 anos, das categorias de base do Nagoya Grampus. O jovem craque, que acabou de subir para o time principal do Nagoya, já pode deixar o clube para ir jogar na La Liga. De acordo com os diários "Yomiuri" e "Sponichi", Takahara está passando por um período de treinos e testes na Real Sociedad, e os dirigentes e a comissão técnica do clube se mostraram impressionados com o desempenho do atleta, que pode se juntar ao clube espanhol em janeiro.





Kimura é demitido do Marinos e Higuchi assume em seu lugar (Foto: J-League Photos)

Tricolore já tem novo comandante

Yokohama F-Marinos já tem novo comandante após demitir ontem, depois da eliminação nas Semifinais da Emperor Cup, o técnico Kazushi Kimura. Depois da derrota por 4x2 na prorrogação, após empate de 2x2 no tempo normal, Kimura, - ex-jogador que como meio-campista, defendeu o Marinos por 13 anos, durante toda a sua carreira profissional entre 1981 e 1994 (na época o time ainda era Nissan Motors e depois Yokohama Marinos) - foi demitido pelas duas temporadas decepcionantes a frente do Marinos, aumentando a seca de títulos do Tricolore para sete anos sem levantar um caneco sequer. Para o seu lugar, a diretoria apostou em outro ídolo do time, Yasuhiro Higuchi, que defendeu o clube na época de Nissan Motors entre 80 e 85. O Marinos também foi o único clube que Higuchi defendeu, em sua curta carreira de 5 anos. Embora também seja uma aposta da diretoria em um ídolo do passado com história no clube, ainda que sem um grande trabalho, Higuchi tem mais experiência como técnico do que Kimura, que teve seu primeiro trabalho como treinador, logo a frente do Marinos. Higuchi foi técnico do Montedio Yamagata entre 2006 e 2007, do Omiya Ardija em 2008, e do Yokohama F.C. em 2009, depois, ficou sem clube nos últimos dois anos.





Watanabe (D), que já fez dupla com Hirayama (E) nos tempos de High School, se junta ao F.C. Tokyo e reencontra amigo (Foto: Junko Kimura/Getty Images AsiaPac)

F.C. Tokyo reforça ainda mais seu time

Campeão da J2, de volta à J-League e finalista da Emperor Cup, com possibilidade de disputar a Asian Champions League no ano que vem, o time da capital, que decide no dia 1º de janeiro, a Emperor contra o Kyoto Sanga, já pensando em 2012 reforça ainda mais seu elenco. O Glorioso renovou com 6 jogadores e contratou Kazuma Watanabe, atacante de 25 anos que estava no Yokohama F-Marinos. Watanabe reforça o forte ataque do FCT, que já conta com Lucas, Roberto César, Daisuke Sakata, Sota Hirayama, Daiki Takamatsu e Tatsuya Suzuki. Vale lembrar, que o atacante já fez dupla com Sota Hirayama nos tempos de High School. Os jogadores que renovaram o contrato foram os titulares: Lucas (atacante), Sotan Tanabe (meia), Shuichi Gonda (goleiro da seleções sub-22 e principal japonesas), e os reservas Hitoshi Shiota (goleiro que quando Gonda está na seleção, é titular), Ryotaro Hironaga (goleiro do júnior) e Kohei Shimoda (meio-campista).



Shimizu S-Pulse pode perder a sua dupla de zaga titular, o que pode aumentar ainda mais o desmanche no Ventforet Kofu

Após a venda do australiano Eddy Bosnar para o Suwon Bluewings, da Coreia do Sul, o Shimizu S-Pulse pode perder mais um zagueiro, e assim, dar adeus a sua boa dupla titular de zaga. Kosuke Ota, de 24 anos, titular ao lado de Bosnar em 2011, está na mira de F.C. Tokyo, Urawa Red Diamonds e dois clubes europeus: o Bochum, de Inui, e o Twente, da Holanda. Caso se concretize a saída de Ota, os Magpies, que tentam a contratação de Yutaka Yoshida jovem e muito bom zagueiro do Ventforet Kofu, de 21 anos, farão de tudo para contratar o defensor, para reforçar sua defesa. Com isso, o Kofu, rebaixado à J2, estaria de vez, desmanchado, afinal, três atacantes: Mike Havenaar e Paulinho, titulares, e Yoshiro Abe, reserva importante que também atuou como meia e titular, já deixaram o clube. A transação é possível, afinal, o S-Pulse tem um ótimo elenco, está na elite e pode pagar mais, enquanto o Kofu, está na segunda divisão e não tem o poder financeiro dos Magpies. Com tudo isso, previsão de uma J2 fraca para o Ventforet no ano que vem, pois além de perder seus principais jogadores, não está se reforçando bem.



Reforço no Montedio Yamagata

Mesmo rebaixado à J2, o Montedio conseguiu contratar um bom reforço. Trata-se do atacante Masato Yamazaki, que estava no Sanfrecce Hiroshima e já defendeu entre outros clubes, o Gamba Osaka, participando inclusive, do Mundial Interclubes em 2008, quando ajudou o time de Osaka a conseguir o 3º lugar. O atacante de 30 anos, foi emprestado pelo período de uma temporada, mas com opção de compra em definitivo, afinal, o Sanf já conta para a posição, com Tadanari Lee, Hisato Sato, jogadores do júnior e ainda trouxe Naoki Ishihara.



Verdy Tokyo também se reforça

O time verde da capital também se reforçou. Um dos clubes mais tradicionais do país contratou em definitivo, o meia brasileiro Alex, que estava no Thespa Kusatsu.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

J2 rocks!

Por que? Porque os dois finalistas da Copa do Imperador 2011, são clubes da J2! Hoje, nas Semifinais do que é uma "Copa do Brasil no Japão, só que mais completa", o Kyoto Sanga surpreendeu o Yokohama F-Marinos e bateu o Tricolore por 4x2 na prorrogação, após empate de 2x2 no tempo normal. A derrota acabou de forma melancólica com o ano do Marinos, que não ganha um título já faz sete temporadas e novamente passou em branco. O técnico Kazushi Kimura, um dos maiores ídolos da história do clube, foi, enfim, demitido após uma temporada decepcionante. Na outra Semifinal, o F.C. Tokyo, que foi o campeão da J2 e retornou à J-League, mas que neste ano, foi um time da J2, também bateu um time da J-League, ao vencer num bom jogo, o Cerezo Osaka por 1x0, na despedida de Levir Culpi do clube. Com os resultados, pela primeira vez na história, a Emperor Cup será decidida por dois clubes da segunda divisão, que podem coroar o ano não só com o título do torneio mais antigo e tradicional do país, mas também, ganhando uma vaga na Asian Champions League 2012. Vale lembrar que a Final será no dia 1º de janeiro, às 3h, horário de Brasília, e que o F.C. Tokyo disputa a primeira final de Emperor da história do clube, enquanto o Kyoto, que chega pela segunda vez na decisão do torneio, busca o bi-campeonato, pois foi campeão em 2002, batendo o Kashima Antlers na final.

Confira como foram os jogos:



Campeão da J2, F.C. Tokyo pode também conquistar a Emperor e disputar a ACL em 2012 (Foto: J-League Photos)

Nem pode ser chamado de surpresa a classificação do F.C. Tokyo. O time que foi campeão incontestável da J2, vive um grande momento, voltou à J-League, tem um belo time, com grandes jogadores em todas as posições e é mais completo que o Cerezo Osaka, que depende muito de Hiroshi Kiyotake. Falando do jogo, o Glorioso começou melhor que a Cerejeira de Osaka e teve oportunidades de abrir o placar, porém, não as aproveitou. Na metade da 1ª etapa, o Cerezo equilibrou as ações e levou perigo, principalmente com Kiyotake e Bando, mas também não balançou as redes. No 2º tempo, quando tudo se encaminhava para a prorrogação, aos 31 minutos, Tatsuya Yazawa, após receber passe de Lucas, anotou um golaço, colocando a bola no ângulo. No desespero, o Cerezo tentou, mas não conseguiu o empate. Bando inclusive, tentou marcar com a "Mão de Deus" de Maradona, mas a tentativa "esperta" do "Mr. Hat-Trick" foi premiada com falta para o F.C. Tokyo e cartão amarelo para o atacante. Nos acréscimos, para dar ainda mais emoção ao grande jogo que foi este, o jovem e excelente goleiro Gonda, fez uma bela defesa, garantindo a 1ª final de Emperor da história do F.C. Tokyo, que pode coroar 2011 com dois títulos e a vaga na Liga dos Campeões da Ásia. Um ano praticamente mágico para o time da capital. Já para o Cerezo, restam apenas incertezas: quem substituirá Levir Culpi? Hiroshi Kiyotake, o craque do time, vai para à Europa ou continua em Osaka? Bando realmente vai para o futebol australiano? Um ano para se esquecer.



Jogadores do Kyoto celebram a zebra e o avanço à Final (Foto: J-League Photos)

E se em uma Semifinal, não foi surpresa a vitória de um time da J2, no outro, foi uma baita surpresa. O Yokohama F-Marinos além de um time melhor, mais jogadores capazes de decidir uma partida, o gênio Shunsuke Nakamura e jogar em casa, vinha de uma classificação sobre o Nagoya Grampus, um dos melhores times e elencos do país, no entanto, o Tricolore acabou sucumbindo e protagonizando uma grande zebra. Quem deu o ar da graça foi o Kyoto Sanga F.C., que começou mal o ano, mas acabou subindo de produção - 12 vitórias nos últimos 13 jogos - e pode agora, coroar 2011 com o bi-campeonato da Copa do Imperador. Os visitantes inclusive, começaram melhor, mas quem abriu o placar foram os mandantes, com Watanabe, após belo passe de Shunsuke Nakamura. Na 2ª etapa, porém, o Kyoto virou com Kudo, em belo gol, e o brasileiro Dutra, em cobrança de falta. No desespero, o Marinos arrancou um empate aos 45 minutos, com o matador Oguro, renovando as esperanças da torcida. Mas de nada adiantou, na prorrogação, Yuya Kubo decidiu. Primeiro, ele deixou sua marca, e depois, deu a assistência para Komai fechar o caixão do Marinos. Com a surpreendente vitória, o Kyoto está pela 2ª vez em uma Final de Copa do Imperador, e busca o bi-campeonato. Quem diria, mesmo num ano que começou fraco, o Kyoto pode acabar disputando a ACL em 2012. Já para o Marinos, a derrota trouxe inúmeras consequências: o sétimo ano seguido sem títulos, e a demissão de Kazushi Kimura, um dos maiores ídolos da história do clube, mas que teve uma temporada decepcionante com o Tricolore. Resta ao Yokohama, tentar fazer um planejamento melhor para levantar algum caneco no ano que vem, até porque, o time é bom e necessita apenas de alguns reforços, principalmente na defesa.

Últimas novidades das transferências do futebol japonês

Após muitas especulações e grandes contratações, o dia de hoje começou muito movimentado no Japão, não só pelas Semifinais da Emperor Cup, mas também, por muitas contratações envolvendo jogadores e clubes nipônicos. Como foram muitas, coloquei nessa matéria, uma lista com as últimas novidades menos importantes ou que ainda são apenas boatos sem maiores comprovações e informações, enquanto as mais bombásticas continuarão sendo publicadas separadamente e com maior destaque e informações.

Confira as últimas novidades das transferências do futebol japonês:



Nasu reforça o Kashiwa Reysol (Foto: Junko Kimura/Getty Images AsiaPac)

Depois de muita especulação, Daisuke Nasu finalmente se junta ao Kashiwa Reysol. O defensor de 30 anos estava no Jubilo Iwata e vai defender o Kashiwa na disputa, entre outros torneios, da Asian Champions League.

Após perder sua dupla de ataque: Havenaar para o Vitesse, da Holanda, e Paulinho para o Gamba Osaka, o Ventforet Kofu se reforça em dose dupla: O defensor brasileiro Douglas, de 26 anos, retorna ao clube por empréstimo de 1 ano, e joga pelo Kofu em 2012, e o sul-coreano Choi Jin, de 20 anos, meio-campista que atuava por uma Universidade e pelas seleções de base de seu país e é tratado como uma promessa para o futuro da seleção sul-coreana, também reforça o Ventforet, na J2 em 2012. No entanto, o Kofu continua sem trazer reforços para o ataque.

O Oita Trinita também se reforça com uma jovem promessa da Coreia do Sul. O time terá o reforço de Jung Hyun, meia de 18 anos, que assinou hoje com o Oita. O tempo e valor do contrato ainda não foram divulgados.

O rodado e experiente Yoshiro Abe, mais uma vez muda de clube. O atacante que estava no Ventforet Kofu e já defendeu F.C. Tokyo, Shonan Bellmare, Oita Trinita e Kashiwa Reysol, se juntou ao Avispa Fukuoka e após dois anos na J-League, volta a disputar a J2. Após Havenaar e Paulinho, o Kofu perde mais um atacante, e agora, precisa urgentemente buscar reforços para a posição.

Quirino retorna ao Consadole Sapporo. O atacante brasileiro que estava no Daegu, da Coreia do Sul, acertou sua volta ao Sapporo e defende o time na J-League em 2012. Quirino atuou no Consadole entre 2009 e 2010.

O defensor Shohei Ikeda, do Ehime FC, acertou um contrato e reforça o FC Gifu na J2 em 2012.

O goleiro Ryosuke Ishida, do Oita Trinita, continua na J2. O arqueiro vai defender o Machida Zelvia.



Europa:

Estranhamente, o zagueiro Shinnosuke Honda, ex-Jubilo Iwata, é especulado no Standard Liège, da Bélgica. Estranhamente, porque Honda pouco foi titular na Celeste de Iwata e inclusive foi dispensado hoje pelo Jubilo. Provavelmente, é apenas um boato, mas não deixa de existir.

O goleiro da seleção japonesa, Eiji Kawashima, novamente é especulado em relação a sair do Lierse. O capitão do clube belga mais uma vez protagonizou um belo ano, tanto na seleção, quanto no Lierse, e novamente é especulado. Segundo algumas publicações japonesas, Kawashima está na mira do Queens Park Rangers, da Premier League, e da Udinese, da Liga Calcio, porém, as informações não foram confirmadas nem pelo arqueiro, nem pelos clubes, e também não foram vistas em nenhuma publicação inglesa ou italiana.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Gamba Osaka acerta com Paulinho e tem o retorno de Terada

Após anunciar José Carlos Serrão como treinador e o lendário Wagner Lopes como assistente, o Gamba Osaka anunciou na tarde de hoje, dois novos reforços para a temporada 2012: a contratação do atacante brasileiro Paulinho, agora, ex-Ventforet Kofu, e o retorno do meia Shinichi Terada, que estava emprestado ao Yokohama FC.



Paulinho reforça o Gamba em 2012 (Foto: Divulgação/Site Oficial do Ventforet Kofu)

Paulinho, que já estava na mira do Gamba desde o começo do mês, finalmente chegou num acordo com o time de Osaka, e irá defender o clube em 2012. O atacante de 29 anos, que estava no Ventforet Kofu - rebaixado à J2 e que agora, perdeu sua dupla de atacantes: Paulinho para o Gamba, e Havenaar para o Vitesse, da Holanda - e já atuou por Kyoto Sanga F.C., Atlético Mineiro e Sport, reforça o já forte ataque do Gamba, que conta com Lee Keun Ho, Shoki Hirai e Rafinha, todos excelentes atacantes.

Já Shinichi Terada, meia de 26 anos, defendeu o Gamba entre 2004 e 2010, e no último ano, foi emprestado ao Yokohama FC. Após fazer uma boa J2 pelo time de Yokohama, a diretoria do Gamba anunciou a volta do meia, que era pretendido pelo Yokohama, que visava uma transferência em definitivo pelo jogador. Terada chega para reforçar o meio-campo do Gamba, que passa por renovação: com a saída de todos os jogadores acima de 30 anos que eram titulares - Hashimoto foi para o Vissel Kobe, e Myojin e Futagawa não terão contratos renovados - apenas o craque Yasuhito Endo continua no time, e além dele, o Gamba tem para o meio ofensivo, Shu Kurata, que volta de empréstimo do Cerezo Osaka, e o próprio Paulinho, que pode também, jogar como meio-campista.

Além da nova comissão técnica e dos dois reforços anunciados hoje, o Gamba Osaka ainda tenta trazer mais jogadores: o atacante sul-coreano Cho Young Cheol, os goleiros Shusaku Nishikawa e Kenpei Usui, e os zagueiros Tomoaki Makino e Yasuyuki Konno. Destes, Cho Young Cheol é mais boato e é improvável; entre os goleiros, o Gamba pretende trazer apenas um dos dois, dando preferência para Usui, que é mais provável do que Nishikawa, excelente e jovem goleiro, da seleção japonesa e que é titular absoluto do Sanfrecce Hiroshima, que afirmou que não irá liberar o jogador; quanto a Makino e Konno, o primeiro, o Gamba disputa com o Urawa Red Diamonds, e o segundo, após ter sido dado como certo no Gamba Osaka, teve a negociação "esfriada", visto que a transferência não demonstrou evolução.

Yamashita retorna ao Cerezo Osaka

O Cerezo Osaka acertou na tarde de hoje, o retorno do zagueiro Tatsuya Yamashita, que estava no Consadole Sapporo, à Cerejeira de Osaka. A informação, divulgada em inúmeros diários e portais japoneses, foi confirmada pela diretoria do clube.



Yamashita retorna ao Cerezo Osaka (Foto: Divulgação/Site Oficial do Consadole Sapporo)

O jogador, de 24 anos, chega para reforçar a defesa do Cerezo, na qual jogou entre 2006 e 2010, antes de jogar este ano pelo Consadole Sapporo.

Os valores da negociação e o tempo de contrato não foram divulgados, porém, especula-se que foi algo em torno de 40 milhões de ienes, valor fixado pela diretoria do Sapporo para negociação do defensor, que foi peça fundamental no sistema defensivo e ao lado de Uchimura, o principal jogador do time na campanha da J2, que rendeu no acesso do time à J-League 2012.

Bosnar acerta com Suwon Bluewings

É claro que é muito difícil afirmar isso, ainda mais em um time que conta com tantas estrelas e craques, como o "Tensai" Shinji Ono, Ljungberg, Genki Omae, Toshiyuki Takagi, Daigo Kobayashi e Kaito Yamamoto, mas o Shimizu S-Pulse perdeu hoje, um de seus principais jogadores, o zagueiro Eddy Bosnar. Segundo publicações de hoje dos portais "Goal.com", "Soccerway" e "Sponichi", o zagueiro estava na mira de quatro clubes, dois da Coreia do Sul e um do Qatar, além do Suwon Bluewings, clube com o qual Bosnar, agora há pouco, acabou de acertar sua transferência.



Após especulação, Bosnar acerta com o clube sul-coreano (Foto: Reuters)

O zagueiro australiano de 31 anos, que defende o Shimizu desde 2010, anotou 8 gols em 47 partidas e foi muito importante no sistema defensivo dos Magpies, além de ter feito boas temporadas nos últimos dois anos, porém, ele não tem tido muitas chances na seleção de seu país e julgou que mudando de clube, poderá ter mais oportunidades. "Se eu mudar de clube, acho que terei mais oportunidades nos Socceroos", afirmou Bosnar, agora, jogador do Suwon.

Antes de defender o Shimizu, Bosnar defendeu também no Japão, o JEF United Ichihara Chiba, entre 2008 e 2009. Antes dos dois clubes nipônicos, o zagueiro defendeu, entre vários outros times, o Dinamo Zagreb, o Everton e o Heracles Almelo.

O jogador sempre defendeu as seleções de base australianas, jogando inclusive, o Mundial Sub-20 em 1999, porém, ele nunca defendeu a seleção principal, e por isso, julgou que era o momento de mudar de clube para tentar ter alguma chance na seleção australiana.

Os valores da negociação e o tempo de contrato ainda não foram divulgados.

Agora é oficial, Nozawa e Tashiro acertam com Vissel Kobe!

Após muita especulação, boatos e a confirmação da diretoria do Vissel, que deu as duas negociações como certas, finalmente, é oficial: Takuya Nozawa e Yuzo Tashiro deixam o Kashima Antlers e reforçam o time de Kobe em 2012. A diretoria do clube comunicou o fato hoje, em seu site oficial e em entrevista que contou com a participação do presidente do clube, Hiroshi Mikitani.



Nozawa (foto) e Tashiro, são oficialmente jogadores do Vissel Kobe (Foto: Getty Images)

A dupla, que tem história no Kashima Antlers, afirmou tristeza por deixar o time de Ibaraki, mas demonstrou felicidade e otimismo em defender as cores do Vissel. "Agradeço o apoio dos torcedores e serei eternamente grato ao Kashima. Tenho muito orgulho de ter defendido o clube por tanto tempo, pela história que fiz lá e pelo tamanho e crescimento do Antlers, mas estava na hora de um novo desafio", afirmou emocionado, o meio-campista Nozawa, enquanto Tashiro, repetiu as mesmas palavras.

Tashiro, antes de defender o Antlers, passou por Sagan Tosu, Oita Trinita, e ainda esteve emprestado ao Montedio Yamagata em 2010. Tashiro atua pelo Kashima desde 2005. Já Nozawa, sempre defendeu o clube. O meio campista atua pelo time de Ibaraki desde 99, embora no mesmo ano, tenha sido emprestado por poucos meses ao CFZ, o clube do Zico.

A dupla conquistou vários títulos pelo time de Ibaraki: três títulos da J-League (Nozawa conquistou quatro), uma Emperor Cup (Nozawa conquistou duas), uma Nabisco (Nozawa conquistou três) e a Super Copa em 2009.

O Vissel Kobe vem se firmando como um dos clubes que mais se reforça nessa janela de transferências. Antes de Nozawa e Tashiro, o Kobe tirou outra dupla de jogadores de um time: o volante Hideo Hashimoto, e o zagueiro Kazumichi Takagi, ambos do Gamba Osaka.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Após oferta milionária, Keisuke Honda pode se juntar ao PSG

O craque Keisuke Honda, do PFC CSKA Moscow e da seleção japonesa, pode se juntar ao novo rico do futebol mundial, o Paris Saint Germain. Segundo o "Rudy Spalding", uma rádio francesa e o diário nipônico "Sponichi", o meia japonês está na mira do PSG, e o clube francês, que quer se reforçar ainda mais na janela de transferências de janeiro, estaria disposto a pagar uma fortuna para contar com Honda já no começo de 2012.



Honda está na mira do PSG, que está disposto a pagar uma fortuna pelo craque (Foto: Reuters)

O clube francês, segundo os veículos já mencionados, fez uma oferta de 25 milhões de euros ao CSKA, que estuda a proposta do PSG.

As chances da transação se concretizar são grandes, afinal, além da proposta do PSG ser alta, não é segredo o desejo de Honda de sair do clube russo.

O craque japonês, de 25 anos, que fez uma fantástica Copa do Mundo, em 2010, sendo fundamental na melhor campanha do Japão em Copas, quando os Samurais Blues chegaram às Oitavas de Final, repetindo o feito de 2002, mas nessa ocasião, fora de casa, brilhou no VVV Venlo, antes de se juntar ao CSKA, onde teve mágicos e péssimos momentos.

Vale lembrar que Honda não é o único na mira do PSG, o novo rico do futebol mundial tenta a contratação de Carlo Ancelotti como novo técnico, David Beckham, para o meio-campo, e ainda sonha com Tevez, caso o City não chegue num acordo com o Milan, que tenta a contratação do atleta e já acordou tudo com Tevez, faltando apenas acordo com o clube inglês.

Kashima Antlers reforça seu ataque

Após negociar o goleiro Tetsu Sugiyama com o Consadole Sapporo, e o meio-campo Takuya Nozawa e o atacante Yuzo Tashiro com o Vissel Kobe, o Kashima Antlers anunciou dois reforços na manhã de hoje, e os dois, para o ataque. Tratam-se de Juninho e Hideya Okamoto, dois bons reforços, que devem, sobretudo, não deixar a torcida que não era fã de Tashiro, sentir falta daquele que foi o artilheiro do time na temporada.



Juninho é um dos reforços do Kashima para 2012 (Foto: J-League Photos)

Juninho, veterano atacante de 34 anos, é mais qualificado tecnicamente que Tashiro, e já tem história no Japão. O atacante que desde 2003 está no país, onde defendeu o Kawasaki Frontale, de 2003 até o final deste ano, já deixou público seu amor pelo Japão e disse que quer passar o resto da vida na Terra do Sol Nascente. No Frontale, Juninho jogou 276 partidas e anotou 170 gols. O matador também atuou por Bahia, Vila Nova-GO, União São João de Araras e o Palmeiras, antes de se juntar ao Kawasaki. Além de boas atuações, Juninho esteve no time da J-League de 2007, e foi o artilheiro do campeonato no mesmo ano, além de ter sido o artilheiro também da J2, em 2004. Um bom reforço para o Kashima!

Okamoto é outro que fará os torcedores do time de Ibaraki não sentirem falta de Tashiro, pois também é mais qualificado tecnicamente que o novo atacante do Vissel Kobe. Okamoto foi o artilheiro do rebaixado à J2, Avispa Fukuoka, e foi um dos poucos que se salvou na vergonhosa temporada do Avispa. O matador é 10 anos mais novo que Juninho, e antes do Fukuoka, defendeu o Gamba Osaka entre 2006 e 2009, saindo do clube sem deixar saudade e tendo poucas oportunidades. Outro bom reforço para o Antlers!

A dupla chega para brigar com Shinzo Koroki pela titularidade no ataque do Kashima Antlers ao lado do jovem e excelente Yuya Osako.

Consadole Sapporo se reforça em dose tripla

Na manhã de hoje, o Consadole Sapporo, recém-promovido à J-League 2012, anunciou três novos reforços para a temporada 2012, onde o desafio do Consadole, será se manter na elite do futebol nipônico. O clube se reforçou em três posições diferentes: goleiro, meio-campo e atacante. Se mudaram para Sapporo, o arqueiro Tetsu Sugiyama, o meio-campista Takayanagi Issei, e o atacante Shunsuke Maeda.



Shunsuke Maeda por enquanto, é a principal contratação do Sapporo para 2012 (Foto: Divulgação/Site Oficial do Oita Trinita)

Dos três reforços, o que mais se destaca é Shunsuke Maeda. O atacante, que disputou a última J2 pelo Oita Trinita, fez um bom campeonato, se destacando e chamando atenção. O jogador, de 25 anos, que defendeu o Sanfrecce Hiroshima por 4 anos no início da carreira e o F.C. Tokyo, também já defendeu as seleções de base do Japão, jogando inclusive, o Mundial Sub-20 em 2005, ao lado de uma geração de talentosos jogadores, em que muitos deles, são renomados hoje, como o craque Keisuke Honda, Takayuki Morimoto, Akihiro Ienaga, Masahiko Inoha, Shusaku Nishikawa, Kaito Yamamoto, e ainda bons jogadores, como Hiroki Mizumoto, Koki Mizuno, Yohei Kajiyama, Sota Hirayama e Hokuto Nakamura. Maeda chega para, provavelmente, fazer uma interessante dupla com Yoshihiro Uchimura, muito bom atacante, que também fez uma bela J2.

Já Sugiyama, de 30 anos, eterno reserva de Sogahata no Kashima Antlers, onde está desde 2004, chega mais para compor elenco, embora o Sapporo já conte com 4 goleiros, mais um outro do time júnior.

E por fim, Issei, meia de 25 anos, que sempre atuou no Sanfrecce Hiroshima, onde está desde 2004, chega para brigar pela titularidade, afinal, é um bom jogador, que só não conseguiu se firmar no Sanf, devido a forte concorrência, afinal, o time de Hiroshima conta com um elenco melhor e mais jogadores tecnicamente qualificados que o Sapporo.

Ao contrário do esperado, Wagner Lopes não será o técnico do Gamba em 2012; José Carlos Serrão assume

Sim, Lopes não será o técnico do Gamba em 2012. Isso não por decisão da diretoria ou não acerto, mas sim, porque o brasileiro naturalizado japonês, que defendeu a seleção japonesa na Copa de 1998, não possui a licença necessária para ser treinador no Japão. Com isso, ao invés de treinador, o ex-jogador será assistente do novo comandante do Gamba Osaka, outro brasileiro, também ex-jogador, José Carlos Serrão. O anúncio do treinador e de Lopes como assistente, foi feito pela diretoria do clube, em comunicado no site oficial do time, na noite de ontem.



Serrão será o novo técnico do Gamba Osaka, enquanto Wagner Lopes, será o assistente (Foto: Esporte Interior)

Como jogador, Serrão atuou por São Paulo, Botafogo, Joinville e Santo André, entre os anos de 1969 e 1978. O novo treinador do time de Osaka chegou inclusive, a ser relacionado por Zagallo, para a lista de convocados para a Copa do Mundo de 74, porém, devido a lesão, seguida de cirurgia, ele foi cortado. Como treinador, Serrão já acumula 28 anos de carreira e experiências. Entre vários times, os que mais se destacam são São Paulo, Santo André, Corinthians, Ceará, Paysandu e Mogi Mirim. O treinador também teve experiências no exterior, quando treinou o Suwon Bluewings, da Coreia do Sul, em 2002 e 2003, e o Pogón, da Polônia, em 2006. Os últimos trabalhos do treinador, que além dos clubes já citados, dirigiu inúmeros clubes do interior de São Paulo e outros estados, foram no Sertãozinho, entre 2009 e 2011, e no São Bento, neste ano, ambos na Série A2 do Campeonato Paulista.

Já Lopes, que originalmente seria o treinador, mas devido a burocracia da licença, será pelo menos por enquanto, o assistente, iniciou a carreira como jogador no São Paulo, depois, no Japão, defendeu o Nissan Motors (atual Yokohama F-Marinos), o Kashiwa Reysol, o Honda F.C. e o Bellmare Hiratsuka (atual Shonan Bellmare) onde ganhou destaque nacional, fazendo uma grande dupla com Hidetoshi Nakata, no começo de carreira do gênio japonês. Na época em que defendeu o Bellmare, Lopes se naturalizou japonês, foi convocado para a seleção nipônica, e defendeu os Samurais Blues na primeira Copa do Mundo disputada pelo país, em 1998, e também, na Copa América de 99, que o Japão disputou como seleção convidada. O ex-jogador ainda defendeu o Nagoya Grampus, F.C. Tokyo e Avispa Fukuoka, onde se aposentou em 2002.

Já como treinador, a experiência de Lopes se resume ao trabalho no Paulista de Jundiaí, nos últimos dois anos.

A dupla deve ser apresentada oficialmente ainda nesta semana, em entrevista coletiva a ser realizada no CT do Gamba Osaka.

domingo, 25 de dezembro de 2011

Japão finalmente lança novo uniforme!

Agora é oficial. Em cerimônia especial, na última segunda-feira, a JFA finalmente lançou o aguardado novo uniforme da seleção japonesa para os anos de 2012 e 2013.

O novo kit ficou muito diferente dos que o Japão já fez.
Um azul escuro predomina a camisa com uma listra vermelha na vertical corta o uniforme.
As mangas são em um tom de azul mais claro.

Confiram como ficou:






Camisa titular



Goleiro


Futsal


Nadeshiko

De quebra, a JFA lançou o novo slogan da campanha para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

"JAPAN IS ALL IN"
Agora é esperar para ver se o novo uniforme dará sorte às equipes nipônicas.

*Imagens retiradas do site oficial da Seleção Japonesa/JFA-TV - Print Screens do anúncio ao vivo do novo uniforme*

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Mais um japonês na Europa! Gotoku Sakai acerta com Stuttgart!

Após a especulação no começo da semana, o acerto. Hoje (manhã no Japão, madrugada no Brasil), o lateral-esquerdo Gotoku Sakai, acertou com o VfB Stuttgart, e se junta à legião nipônica que atua no Velho Continente. Sakai terá um compatriota no time, visto que o Stuttgart já conta com Shinji Okazaki.



Sakai se junta à legião nipônica que atua na Europa (Foto: Reuters)

Sakai, de 20 anos, assinou um contrato incomum com o clube alemão: ele e o Albirex Niigata (seu ex-clube), acertaram um empréstimo de 1 temporada e meia - até julho de 2013 - com o Stuttgart, com opção de compra em definitivo.

O jovem lateral, que fez uma boa temporada pelo Albirex, impressionou Alberto Zaccheroni, técnico da seleção principal japonesa, e também, Takashi Sekizuka, treinador da sub-22, que o convocou para uma partida, se juntará a Shinji Okazaki, atacante titular dos Samurais Blues, no Stuttgart.

A curiosidade é que Sakai e Okazaki formam a 3ª dupla de japoneses na Europa. Além deles, Mike Havenaar e Michihiro Yasuda, do SBV Vitesse, e Maya Yoshida e Robert Cullen, do VVV Venlo, formam duplas de nipônicos que defendem o mesmo time no Velho Continente. A semana foi boa para os japoneses na Europa, pois além dos bons resultados, Havenaar e Sakai se juntam à legião nipônica que atua no Velho Continente.

Sakai nasceu em Nova Iorque e é filho de pai japonês e mãe alemã, e sempre defendeu o Albirex Niigata, clube no qual estava desde 2009.

Japão ultrapassa Brasil no ranking do futebol feminino

Atual campeã da Copa do Mundo Feminina da FIFA, a seleção feminina japonesa entrou pela primeira vez na história, no grupo das três melhores seleções do mundo no ranking da FIFA de futebol feminino. A atualização trimestral foi realizada hoje pela entidade máxima do futebol mundial, e o Japão entrou no 3º lugar, justamente no lugar do Brasil, que caiu para o 4º lugar da lista - pior colocação da seleção brasileira desde junho de 2008.



Campeãs mundiais, Nadeshikos, de Homare Sawa, melhor jogadora da última Copa do Mundo, são as terceiras no ranking (Foto: Reuters)

Com o título da Copa do Mundo, vitórias em amistosos e um belo trabalho, principalmente desde 2008, o Japão vem em ascensão no ranking, e soma 2106 pontos, 13 à mais que o Brasil. Em primeiro lugar, estão os Estados Unidos, com 2148, e em segundo, está a Alemanha, com 2143.

Vale lembrar que as Nadeshikos vem de belo ano não só na seleção principal. Nas categorias de base, 2011 também foi vencedor para a seleção feminina japonesa, que conquistou a Copa da Ásia Sub-19 e Sub-16.

A próxima atualização do ranking de futebol feminino da FIFA está prevista para acontecer apenas no dia 16 de março de 2012.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Urawa Red Diamonds pode se reforçar em dose tripla e de qualidade

Com um elenco jovem e de jogadores muito talentosos, principalmente no meio-campo, o Urawa Red Diamonds, que sofreu com a inconstância no ano de 2010, graças a idade de seus talentosos jogadores e também, sua fraca defesa e um ataque como o time, inconstante, pretende e está bem perto de se reforçar em dose tripla, e o fundamental: de qualidade.



Sem oportunidades no Colônia, Makino pode se juntar ao Urawa (Foto: Reuters)

Segundo matéria publicada na manhã de hoje (Japão), no "Yomiuri", os Reds já fizeram oferta formal e estão próximos de acertar com Yuki Abe, volante do Leicester City FC, da Inglaterra, que já defendeu o time entre 2007 e 2010, e também com Tomoaki Makino, zagueiro do 1. FC Köln, da Alemanha. O Urawa ainda demonstra interesse no atacante Tadanari Lee, do Sanfrecce Hiroshima, porém, ainda não houve oferta e os Reds apenas comunicaram publicamente, que tem interesse no jogador.

O trio, de muita qualidade, poderia resolver praticamente todos os problemas do time. Makino, que defende a seleção japonesa, é um jovem e excelente zagueiro, de 24 anos, que também pode atuar nas duas laterais, de volante e que tecnicamente, resolveria os problemas defensivos dos Reds. Makino defendeu antes do Colônia, o Sanfrecce Hiroshima, entre 2006 e 2010.

Abe, que como volante, ajudaria Makino na melhora do sistema defensivo, trazendo mais segurança à zaga, também tem boa saída de bola e ainda ajudaria levando experiência aos jovens talentos do meio-campo do Urawa. O volante, de 30 anos, já defendeu a seleção japonesa e tem sido lembrado por Zaccheroni em algumas convocações. Antes de defender os Reds e o Leicester, onde está desde o ano passado, Abe defendeu o JEF United Ichihara Chiba, entre 1998 e 2006.



Abe pode voltar a defender os Reds (Foto: Getty Images)

Já Lee, seria o matador do time. O atacante, autor do gol do tetra da Copa da Ásia, é convocado regularmente para os Samurais Blues, e poderia resolver o problema de finalização do time e a inconstância no ataque. Lee, que é o camisa 9 do Sanf desde 2009, defendeu o Kashiwa Reysol, entre 2005 e 2009, e, antes disso, o F.C. Tokyo, em 2004.

É bem possível que nos próximos dias, os Reds cheguem à um acordo com Abe e Makino, porém com Lee, a história é mais complicada. Makino deve vir, pois além do forte interesse do Urawa e da oferta já enviada ao Köln, o time alemão já manifestou interesse em emprestar ou vender o jogador, que não está nos planos do clube. Abe é outro que tem grandes chances de defender o Urawa. O volante, que tem sofrido com lesões,vem perdendo espaço no Leicester, e o clube inglês, embora afirme que quer manter o jogador, que é importante e antes de se lesionar, foi peça fundamental do time, está aberto a negociações. Já Lee, é o mais improvável dos três. O atacante é a estrela do Sanfrecce Hiroshima, que já afirmou que ele continua em 2012 e só sai se for para à Europa.

Sanfrecce Hiroshima acerta com Naoki Ishihara

Após alguns dias de negociação, o Sanfrecce Hiroshima hoje, finalmente chegou a um acordo com o atacante ex-Omiya Ardija, Naoki Ishihara, que irá defender o Sanf em 2012.



Ishihara é o novo reforço do Sanf (Foto: Divulgação/Site Oficial do Omiya Ardija)

Ishihara, que têm 27 anos, chega para reforçar o já muito forte ataque do time de Hiroshima, que conta com a dupla que forma o ataque titular: Tadanari Lee, regularmente convocado para a seleção japonesa, e Hisato Sato, que já defendeu os Samurais Blues, e mais quatro reservas. Provavelmente, Naoki chega para ser o reserva imediato da dupla, visto que não é melhor que Lee e Sato e é melhor que os atuais reservas no elenco do Sanf.

O atacante defendeu o Shonan Bellmare, entre 2003 e 2008, antes de se juntar ao Omiya Ardija, em 2009, onde atuou até acertar com o Sanf. Os valores da negociação e o tempo de contrato não foram divulgados.

Mais um japonês pode se juntar a legião nipônica na Europa

Segundo os diários japoneses "Sponichi" e "Yomiuri", mais um japonês pode se juntar a legião nipônica na Europa em janeiro. O nome em questão, é o de Gotoku Sakai, lateral-esquerdo do Albirex Niigata, que foi vinculado hoje, no Stuttgart.



Sakai está na mira do Stuttgart e pode se juntar a legião nipônica na Europa (Foto: Getty Images)

O jovem lateral, de 20 anos, fez uma boa temporada pelo Albirex e vem impressionando não só os torcedores do clube e quem acompanha a J-League, mas também, o técnico da seleção japonesa, Alberto Zaccheroni, que já elogiou o jogador, e também, o técnico da seleção sub-22, Takashi Sekizuka, que já convocou o atleta para uma partida pela sub-22.

Sakai, que nasceu em Nova Iorque e é filho de pai japonês e mãe alemã, está na mira do VfB Stutgart, clube que já conta com um japonês, o atacante Shinji Okazaki, vulgo Ogro, que é titular da seleção nipônica. Sakai "viria a calhar" no Stuttgart, que precisa de um bom lateral esquerdo, jovem e de boa qualidade técnica como Sakai, mas não apenas por este motivo, mas também, porque Sakai não estaria incluído na cota de estrangeiros da Bundesliga, visto que ele possui cidadania alemã.

O jogador, que defende o Albirex desde 2009, ainda não se pronunciou em relação ao assunto, enquanto a diretoria do Albirex afirmou não pretender vender Sakai, e o Stuttgart, confirmou o interesse no lateral.

Diretoria do Vissel Kobe afirma: "Nozawa e Tashiro já estão acertados"

Após muita especulação, finalmente parece que a novela envolvendo a dupla do Kashima Antlers chegou ao fim. Especulados desde o começo do mês no Vissel Kobe, o meio campista Takuya Nozawa, e o atacante Yuzo Tashiro, já são do Vissel Kobe, segundo a própria diretoria do clube e reportagem do "Yahoo! Sports Japan" e do "Sponichi", na tarde de hoje.



Segundo presidente do clube, Nozawa (foto) e Tashiro, já são jogadores do Kobe (Foto: Getty Images)

A dupla do Kashima foi dada como certa pela diretoria do Vissel. "Já está tudo acertado e os dois são jogadores do Vissel Kobe. Ainda esta semana anunciaremos Nozawa e Tashiro oficialmente", afirmou um membro da diretoria em entrevista ao "Yahoo! Sports Japan". O presidente do clube, Hiroshi Mikitani, ainda afirmou que além de certa, é improvável que a negociação "dê para trás". "Está tudo acertado. Já chegamos num acordo com os jogadores e o Kashima. É inevitável, eles são jogadores do Vissel e em breve vamos apresentá-los", afirmou Mikitani.

Os torcedores do time de Ibaraki não devem sentir falta de Tashiro, que embora tenha sido o artilheiro do time, não é um primor tecnicamente e não é o melhor atacante do time. Já Nozawa, deve fazer falta, embora o time conte com jovens talentos que possam substituir muito bem e até superar o meia, como por exemplo, Gaku Shibasaki, que já vem merecendo inclusive, chance na seleção japonesa.

Tashiro, antes de defender o Antlers, passou por Sagan Tosu, Oita Trinita, e ainda esteve emprestado ao Montedio Yamagata em 2010. Tashiro atua pelo Kashima desde 2005. Já Nozawa, sempre defendeu o clube. O meio campista atua pelo time de Ibaraki desde 99, embora no mesmo ano, tenha sido emprestado por poucos meses ao CFZ, o clube do Zico.

Já o Vissel Kobe, vem se firmando como um dos clubes que mais se reforça nessa janela de transferências. Antes de Nozawa e Tashiro, o Kobe tirou outra dupla de jogadores de um time: o volante Hideo Hashimoto, e o zagueiro Kazumichi Takagi, ambos do Gamba Osaka.

Não aproveitado pelo Freiburg, Yano finalmente é liberado pelo clube

O que já era esperado, enfim aconteceu. Hoje pela manhã, o atacante japonês Kisho Yano, que não vinha sendo nem relacionado nos jogos do SC Freiburg, atual lanterna da Bundesliga, foi, finalmente, liberado pelo clube.



Yano finalmente foi liberado pelo Freiburg (Foto: Kicker)

O jogador, de 27 anos, teve até um bom início pelo Freiburg, logo após se juntar ao clube, em 2010. Nos primeiros jogos, Yano entrou bem no 2º tempo de alguns jogos e chegou a ser titular, com algumas boas atuações. Porém, depois de três meses, o atacante começou a perder espaço e se tornou a sombra de Papiss Cissé, principal jogador do time e ídolo da torcida, que tem sido o único atacante no estilo 4-2-3-1, o sistema da moda, que também é utilizado pelo lanterna do Campeonato Alemão.

Após perder espaço, Yano ficou alguns jogos no banco e depois, passou a nem ser relacionado para as partidas. Insatisfeito, o jogador demonstrou interesse em deixar o clube, que afirmou que o atacante não está nos planos do time e o liberou para assinar contrato com qualquer clube interessado.

O atacante foi revelado pelo Kashiwa Reysol, onde atuou entre 2003 e 2005, depois, defendeu o Albirex Niigata, entre 2006 e 2010, antes de se juntar ao clube alemão, e ainda não está na mira e nem foi especulado por nenhum clube, nem da Europa, nem do Japão.

Agora é oficial, Havenaar é do Vitesse!

Finalmente, depois de alguns meses de especulações e alguns clubes europeus flertarem com o atacante, principalmente o Wolfsburg, o Vitesse anunciou oficialmente em seu site oficial, que Mike Havenaar defenderá o time em 2012! De acordo com o site do clube, Havenaar assinou contrato que vale até 2014. "É um grande sentimento ser um jogador do Vitesse agora. Foi um ano muito intenso e muito aconteceu. Eu estou ansioso para jogar pelo Vitesse"  , disse Mike ao site do clube. 

O atacante é o segundo japonês no clube desde a chegada do lateral esquerdo Michihiro Yasuda, no mês de janeiro.

Segundo diários japoneses, como o "Sponichi" e o Yomiuri", Mike foi comprado pelo clube holandês pela bagatela de 16,8 milhões de reais.


A novela chegou ao seu fim e Mike é mais um da legião japonesa na Europa (Foto: Goal.com)

domingo, 18 de dezembro de 2011

Bomba: Super capitão anuncia aposentadoria!


O mítico zagueiro da seleção japonesa e capitão nas copas de 2002 e de 2006, Tsuneyasu Miyamoto (34 anos), anunciou nesta manhã (no Japão) sua aposentadoria do futebol profissional.

Ele alegou estar muito cansado e que gostaria de dedicar seu tempo para outras atividades e à família.

Tsune-san estava desde 2009 no Vissel Kobe, mas não teve bons momentos como nos tempos de Gamba Osaka, clube onde foi um verdadeiro Deus.

Conquistou títulos importantes como a Copa da Ásia em 2004, foi campeão em 2005 da J-League atuando pelo Gamba Osaka e campeão austríaco pelo Salzburg em 2007.

Tsune, você deixará muitas saudades, obrigado por tudo!

Coluna do Pazini - Zebra do ano tira o 3º lugar do Kashiwa Reysol

Provando ser a zebra do ano, por chegar onde ninguém esperava, o time do Qatar, o Al Sadd, bateu hoje, na Disputa do 3º Lugar do Mundial Interclubes, o Kashiwa Reysol, nos pênaltis, por 5x3, após empate de 0x0 no tempo regulamentar, e com a vitória, faturou o "bronze" da competição.



Jogadores do Al Sadd comemoram conquista do 3º lugar (Foto: Reuters)

A vitória do Al Sadd pode ser considerada uma zebra não apenas por estar jogando na casa do Reysol, time japonês, que atuou no seu país, mas, também, pela qualidade técnica superior dos japoneses, que inclusive, dominaram o jogo, criando inúmeras chances, mas sem conseguir converter as oportunidades criadas em gol.

Além disso, o time do Qatar é a zebra do ano por tudo o que aconteceu em 2011: Chegou à Liga dos Campeões da Ásia por meio dos play-off’s, se classificou em 1° do grupo com 4 empates em 6 jogos, na Semifinal, mesmo ganhando o primeiro jogo do Sepahan fora de casa por 3×0 no “tapetão”, quase foi eliminado ao perder em casa por 2×0 no jogo de volta, e na decisão, venceu nos pênaltis, o Jeonbuk Motors, após aguentar pressão o tempo inteiro. Depois, no Mundial, eliminou o Tunis, que era mais time, e hoje, repetindo o que fez contra o Jeonbuk na final da ACL, suportou a pressão do Kashiwa para vencer nos pênaltis.



Jorge Wágner, do Reysol, chateado com a derrota nos pênaltis (Foto: Reuters)

No jogo, o Reysol criou muitas chances e sufocou o Al Sadd, porém, não conseguiu marcar, enquanto o time do Qatar, ameaçou a meta de Sugeno poucas vezes. Conseguindo segurar o 0x0, o jogo foi para os pênaltis, onde após duas cobranças certas para cada lado, Hayashi errou a 3ª cobrança do Reysol, na sequência, o time do Qatar acertou, o Reysol converteu mais uma e na 5ª cobrança do Al Sadd, mais um gol e a conquista do 3º lugar com a vitória por 5x3 nos pênaltis.

Com a conquista do "bronze", não só o Al Sadd confirma ser a zebra do ano, como o Kashiwa Reysol confirma que realmente era melhor que Nagoya Grampus, Gamba Osaka, ou outro time japonês com mais qualidade, tivesse conseguido a vaga no Mundial Interclubes, afinal, além de mais qualidade, também tem mais experiência e poderiam até mesmo, ter eliminado o Santos na Semifinal, como já mencionei em minha última coluna, ou pelo menos, teria conseguido sem dúvidas, o 3º lugar hoje. Mas ainda assim, o Reysol merece os parabéns, pois mesmo sem repetir os feitos de Urawa Red Diamonds, em 2007, e Gamba Osaka, em 2008, que terminaram com o "bronze" no Mundial, o time mereceu o título da J-League e disputar o Mundial, além de representar bem o Japão no torneio, pois foi bem (tirando hoje), e contra o Santos, mesmo abaixo do nível em que pode jogar, levou perigo e teve oportunidades para vencer. No ano que vem, mantendo o elenco, como já fizeram com o excelente lateral-direito que merece mais chances na seleção japonesa, Hiroki Sakai, e com mais experiência, o Kashiwa, mesmo no grupo da morte na ACL, pode entrar para avançar e lutar pelo título, e também, brigará pelo caneco nas competições domésticas para, quem sabe, representar novamente o Japão no Mundial no ano que vem. E o parabéns também para o Al Sadd, time muito fraco e limitado, mas que conseguiu ser a zebra em todos os torneios que disputou.

sábado, 17 de dezembro de 2011

Análise dos confrontos dos japoneses na Champions e Europa League

Foram sorteados ontem, na Suíça, na sede da UEFA, a entidade máxima do futebol europeu, os confrontos das Oitavas de Final da UEFA Champions League, e da fase 16 Avos de Final da UEFA Europa League. Os japoneses que estão envolvidos com seus clubes nas duas principais competições do Velho Continente, não terão vida fácil nos duelos.

Seguem os confrontos com análise de cada um:


UEFA Champions League - Oitavas de Final:



A.C. Milan x Arsenal FC

Ida: 15/02 - Fora

Volta: 06/03 - Casa

O Arsenal, de Ryo Miyaichi, pegou um confronto muito complicado. O adversário dos Gunners será o Milan, que dispensa maiores apresentações. Parada difícil para o time do técnico Arsène Wenger e confronto sem favorito, visto que o Arsenal vem crescendo e se acertando na temporada. No entanto, decidir em casa é algo que favorece os Gunners e que pode fazer a diferença no confronto. Miyaichi, que ainda não se sabe se vai continuar no Arsenal ou se será emprestado, dificilmente será relacionado para os jogos.




Honda e o CSKA encaram o forte Real Madrid (Foto: Reuters)

PFC CSKA Moscow x Real Madrid

Ida: 21/02 - Casa

Volta: 14/03 - Fora

O CSKA, de Keisuke Honda, entre os clubes que contam com japoneses no elenco, foi o que de longe, pegou o pior adversário. O time de Moscow encara nada mais, nada menos, do que o Real Madrid, que embora não consiga acabar com a hegemonia do Barcelona e continue perdendo do rival, é, sem dúvidas, um dos melhores times do mundo e atravessa grande momento - inclusive de seus principais jogadores - mesmo após a derrota por 3x1 para o Barça em pleno Santiago Bernabeu. A diferença técnica é gritante e o CSKA tem que apostar todas as suas fichas no jogo de ida em casa, para tentar uma vantagem e segurá-la na Espanha, mas, ainda assim, não acredito na classificação dos russos. Honda, se recuperando de lesão, craque e titular do time, deve atuar nos dois jogos. E o interessante, é que em entrevistas, Honda, que já afirmou que seu sonho é um dia, ser o camisa 10 do Real Madrid, disse que ficou feliz com o sorteio e que espera grandes jogos contra o clube merengue.



Basel x FC Bayern München

Ida: 22/02 - Fora

Volta: 13/03 - Casa

O Bayern, de Takashi Usami, deu sorte e pegou o adversário mais fácil entre os japoneses. Os Bávaros encaram uma das zebras da UCL 2011/2012, o Basel, que acabou eliminando o poderoso Manchester United na fase de grupos, mandando os Red Devils para à Europa League. O favoritismo é total dos alemães, que são muito superiores em relação ao Basel e decidem em casa, porém, é bom tomar cuidado, pois os suíços podem aprontar de novo. Usami, que ainda não sabe se terá seu empréstimo renovado junto ao Bayern - seu empréstimo de 6 meses do Gamba para os Bávaros acaba em janeiro - se será contratado em definitivo, volta para o Gamba Osaka ou se será emprestado a outra equipe, caso continue no Bayern, deve ser relacionado para os jogos.




Nagatomo que vive grande fase e a Inter, pegam o Olympique Marseille (Foto: Reuters)

Olympique Marseille x FC Internazionale Milano

Ida: 22/02 - Fora

Volta: 13/03 - Casa

A Inter, de Yuto Nagatomo, tem um confronto bem interessante e que mesmo com a grandeza dos Nerazzurri, deve ser bem complicado. Numa fase de transição e renovação e com o técnico Ranieri tomando decisões erradas e penando para achar o esquema tático e time ideal, a Inter está bem irregular na temporada, e encara o Olympique Marseille, que eliminou na fase de grupos, o atual campeão alemão que tem um belo time, o Borussia Dortmund, de Shinji Kagawa. Os franceses tem um time perigoso e que dará trabalho à Inter. Claro que os italianos são favoritos, pois tem mais time, jogadores capazes de desequilibrar e decidem em casa, porém, é bom ter cuidado, afinal, o Olympique é um time bem perigoso. Nagatomo que é titular e peça importante na Inter, além de vir marcando gols (2 nos últimos 2 jogos) deverá atuar nos dois confrontos.





UEFA Europa League - 16 Avos de Final


Viktoria Plzen x FC Schalke 04

Ida: 16/02 - Fora

Volta: 23/02 - Casa

O Schalke 04, de Atsuto Uchida, é favorito, mas tem que tomar cuidado contra o Viktoria Plzen, que veio da Champions League e fez campanha razoável no grupo que tinha Barcelona, Milan e BATE Borisov, arrancando inclusive, um empate dos italianos. No entanto, os Azuis Reais tem mais time e decidem em casa, e logo, são favoritos no confronto. Uchida deve atuar nas duas partidas.

Após 16 anos, Kota Hattori deixa o Sanfrecce

O ala esquerdo Kota Hattori, de 34 anos, estará deixando o Sanfrecce Hiroshima em 2012 para defender o Fagiano Okayama, da J2. Kota defendeu o Sanf de 1996 até 2011, onde atuou por mais de 400 partidas na J-League.

Kota defendeu o Sanfrecce por mais de uma década (Foto: Yahoo Sports Japan)

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Tulio Tanaka não vai reforçar o Botafogo

Após novos episódios da novela envolvendo uma possível transferência do zagueiro brasileiro naturalizado japonês, Marcus Tulio Tanaka, do Nagoya Grampus para o Botafogo, diários japoneses e brasileiros publicaram hoje, que Tulio Tanaka não deve reforçar o Glorioso por uma série de motivos.

Fim da especulação! Tulio deve continuar no Japão! (Foto: Reuters)

Para começar, segundo o diário japonês "Sponichi", Tulio afirmou em entrevista por telefone, que pretende continuar no Japão e defendendo o Nagoya, pois está feliz no clube, quer continuar lutando por títulos e porque tem contrato até 2013.

Outro diário nipônico, o "Yomiuri", além da entrevista de Tulio ao "Sponichi" e afirmar que o zagueiro não defenderá o Nagoya na Copa do Imperador, pois não conseguirá se recuperar a tempo - afirmação do próprio Tulio em entrevista do site do veículo - conta que o Botafogo não conseguirá contratar o atleta facilmente, pois o clube precisaria pagar uma alta multa rescisória ao Grampus.

E para completar a série de impasses, o salário de Tulio, segundo o portal brasileiro "Lancenet", é alto para os padrões do Botafogo e assustou a diretoria do clube carioca. De acordo com reportagem do veículo, o salário de Tulio está em torno de R$ 350 mil mensais. Além dos problemas de alto salário e multa rescisória e Tulio afirmar que pretende continuar no Japão, outro fato que prejudica ainda mais a possível transferência (mais especulação do que, de fato, possível transferência) de Tulio para o Botafogo, é que o Nagoya e seu técnico, Dragan "Pixy" Stojkovic, não querem liberar o jogador, o qual julgam imprescindível no elenco e que é ídolo da torcida.

"Vamos manter todos os nossos jogadores, não iremos nos desfazer de nenhum. Todos continuam: Os jovens que estão sendo especulados na Europa (Mu Kanazaki e Kensuke Nagai) e também os mais experientes e, é claro, Tulio. Ele também continua", afirmou Pixy em entrevista ao "Sponichi".

Tulio Tanaka, de 30 anos, defende o Nagoya desde 2010, e já conquistou a J-League, em 2010, e a Super Copa do Japão, em 2011, pelo clube. Antes disso, o zagueiro defendeu o Urawa Red Diamonds, onde fez estrondoso sucesso, conquistando a Asian Champions League, em 2007, a J-League, em 2006, o bi da Emperor, em 2005 e 2006, e a Super Copa no mesmo ano. Tulio foi ainda, o Jogador Japonês do Ano, em 2006, o MVP da J-League no mesmo ano e ainda esteve no time da J-League por 8 anos consecutivos, entre 2004 e 2011. Ele ainda defendeu a seleção japonesa em 43 partidas entre 2006 e 2010, conquistando o tri da Kirin Cup entre 2007 e 2009, e sendo um dos destaques dos Samurais Blues na histórica campanha da Copa do Mundo de 2010, onde o Japão chegou às Oitavas de Final, igualando sua melhor campanha em Copas em todos os tempos, empatando com a de 2002, só que nesta oportunidade, jogando fora de casa.

JFA afirma que vai desistir do Mundial Interclubes "por um tempo"

Nesta semana, a JFA - Associação Japonesa de Futebol - afirmou através de seu presidente, Junji Ogura, em entrevista coletiva, que vai desistir de sediar o Mundial Interclubes nos anos de 2013 e 2014.

O presidente da JFA afirmou que chegou a decisão pois pensa que, dessa maneira, o país terá mais chances de sediar eventos mais interessantes, entre eles, a Copa do Mundo Feminina.

Para Ogura, sediar o Mundial Interclubes todos os anos pode prejudicar o Japão a sediar outras competições (Foto: AFC Official Site)

Em outra entrevista, ao "Kyodo News", Ogura explicou o porquê da decisão. "Pretendemos sediar a Copa do Mundo Feminina e o Mundial Sub-20. Já é muito difícil conseguir vencer a disputa para sediar estas competições sem sediar nenhuma, e com o país sediando todos os anos, o Mundial Interclubes, fica ainda mais difícil conseguirmos vencer", afirmou o presidente.

Com a decisão tomada, pelo menos para os próximos anos, o Japão e a JFA esperam conseguir sediar as competições já mencionadas. Vale lembrar que o país sediará o Mundial Interclubes no ano que vem.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Urawa Red Diamonds conhece seu novo treinador

Na manhã de ontem, o Urawa Red Diamonds anunciou o seu novo treinador para a temporada 2012. Após especulações envolvendo Okada e Nishino, que não se concretizaram, pois Okada acertou com o Hangzhou, da China, enquanto Nishino afirmou que realmente se aposentou e que não pensa por hora, em voltar ao trabalho, a troca de Petrovic's que era esperada no Sanfrecce Hiroshima, aconteceu nos Reds, e Mihailo Petrovic, ex-técnico do Sanf, é o novo técnico do Urawa.

Mihailo Petrovic é o novo técnico do Urawa (Foto: Reuters)

O péssimo trocadilho da troca de Petrovic's já ocorre desde o começo de novembro, quando se especulou que Zeljko Petrovic, ex-técnico dos Reds, poderia assumir o Sanf, time que era treinado por Mihailo Petrovic, isso porque Zeljko tinha sido demitido do Urawa e Mihailo, já tinha acertado que não ficaria no Sanf para 2012. A diretoria do clube de Hiroshima afirmou que Zeljko era um nome forte para 2012, enquanto nos Reds, Takafumi Hori assumiu interinamente e o clube pensava em Okada e Nishino para 2012. No entanto, o Sanf parece não pensar mais em Zeljko como um nome para ser o novo técnico do time, e a troca de Petrovic's, ao invés de ocorrer no time de Hisato Sato, Tadanari Lee e companhia, acabou por acontecer nos Reds, que acertaram ontem, a contratação de Mihailo, que será o técnico do time na próxima temporada. Os valores e termos do contrato ainda não foram divulgados, mas já é confirmado que Petrovic será o técnico do Urawa em 2012.

O treinador chega para melhorar o atual momento do Urawa, que tem bons jogadores e jovens talentos, como Genki Haraguchi, Yosuke Kashiwagi, Tsukasa Umesaki e Naoki Yamada, todos meio-campistas jovens e de muita técnica e talento, mas que não tem rendido tudo o que podem, assim como os Reds, que tem um bom time, mas que não conseguiram fazer boa temporada, decepcionando e muito. E a escolha da diretoria do Urawa parece ser acertada, afinal, o estilo ofensivo e usando jovens talentos de Mihailo, parece combinar e encaixar perfeitamente no time atual dos Reds, que conta com os já mencionados jovens talentos, tanto é que nos 5 anos que passou em Hiroshima, Mihailo Petrovic melhorou muita coisa no Sanf, que passou a jogar um futebol mais ofensivo e agressivo, e a apostar justamente mais em jovens talentos que cede/cedeu à seleção japonesa, como são os casos do goleiro Shusaku Nishikawa; do zagueiro Tomoaki Makino (hoje no 1. FC Köln, da Alemanha); do atacante Tadanari Lee, e ainda de Hisato Sato, este, mais veterano, mas que também teve passagens pelos Samurais Blues. Além disso, Petrovic conquistou a J2 e a Super Copa do Japão em 2008 e ainda levou o Sanf a disputa da Asian Champions League de 2010, após ter conquistado um excelente e inesperado 4º lugar na J-League de 2009, e esse ano, embora um pouco decepcionante, leva o time a uma boa campanha na J-League.

Com a chegada do treinador, as especulações já começaram a surgir, e já falando como treinador dos Reds, Petrovic já afirmou que quer alguns reforços e até citou alguns deles, os quais a diretoria já começa a correr atrás. Petrovic deseja contar com dois jogadores com quem trabalhou no Sanf: O zagueiro Tomoaki Makino, hoje no Colônia, da Alemanha, e o atacante Tadanari Lee, que ainda está no Sanf. Além dos dois jovens e excelentes jogadores, Petrovic também disse em entrevista coletiva, que seria interessante mais dois ou três reforços e citou mais um nome, o de Yuki Abe, volante que já atuou pelos Reds e que atualmente defende o Leicester City F.C., da Inglaterra.

Um bom treinador, que parece encaixar com o perfil atual dos Reds e que quer trazer dois jovens reforços e um jogador mais experiente para se juntarem a legião de jovens talentos com que já conta o Urawa. Será que com Petrovic no banco, querendo dar uma cara de futebol ofensivo, agressivo e jovem aos Reds e com os jovens talentos que o time já tem e os que podem chegar, os Reds não decepcionarão em 2012? Que o Urawa faça uma temporada digna de sua grandeza, jogadores e time em 2012 e que Petrovic tenha sorte no comando técnico do time.

Takeshi Okada acerta com Hangzhou

Finalmente chegou ao fim uma das novelas da janela de transferências! O técnico Takeshi Okada, que já dirigiu a seleção japonesa, com destaque para a Copa do Mundo de 2010, e o Yokohama F-Marinos, após muita especulação, saiu da aposentadoria - estava aposentado desde o fim da Copa do ano passado - e acertou na manhã de hoje, um contrato com o clube chinês, do qual será treinador na próxima temporada.

A novela finalmente acabou! Okada sai da aposentadoria e será técnico do Hangzhou em 2012 (Foto: Reuters)

Okada, que vinha sendo especulado desde o começo do mês no Hangzhou, visitou as instalações e conversou com a diretoria do clube chinês. O treinador gostou da estrutura do clube e do projeto do time, que quer títulos e grandes campanhas, e, para isso, trouxe Okada, o qual segundo os diretores, é um dos melhores treinadores da Ásia. O Mago Louco Japonês acertou um contrato de 1 ano, com opção de renovação por mais duas temporadas dependendo de seus resultados e deve ganhar um salário em torno de 1 bilhão de ienes.

O treinador de 55 anos, que foi o técnico da seleção japonesa na primeira Copa do Mundo disputada pelos Samurais Blues, em 1998, e também na Copa de 2010, quando o time igualou sua melhor campanha em Copas (2002), chega para dar dias e um futebol melhor ao Hangzhou, que foi apenas o 8º colocado na Chinese Super League 2011 e quer fazer uma campanha melhor em 2012, conseguindo no mínimo, a vaga na Asian Champions League de 2013.

Além da seleção japonesa, Okada foi treinador do Yokohama F-Marinos entre 2003 e 2006, e do Consadole Sapporo, entre 1999 e 2001. O ex-treinador, também é ex-jogador. Defendeu o Furakawa Electric (atual JEF United Ichihara Chiba) de 1980 até 1990 e também defendeu a seleção japonesa entre 80 e 85. Após a 2ª passagem de Okada pela seleção (como treinador), que terminou em 2010, onde ele surpreendeu, inventando muito e causando discórdia dos especialistas, (inclusive nós, sendo chamado de Mago Louco e Cokada) mas levando o Japão até as Oitavas de Final da Copa do Mundo e sendo eleito o "Treinador Asiático do Ano" pela AFC, ele se aposentou, mas agora, ele volta a ativa para treinar o Hangzhou. Que o Mago Louco Japonês tenha sorte na sua empreitada na China.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Vissel Kobe se reforça em dose dupla

Já se preparando para 2012, visando fazer uma campanha melhor na J-League e também na Emperor e Nabisco, o Vissel Kobe já começa a reforçar o seu elenco para a próxima temporada. Hoje, o time anunciou duas novas contratações, e ambas, são ex-jogadores do Gamba Osaka. Tratam-se do volante Hideo Hashimoto e do zagueiro Kazumichi Takagi.

Após 19 anos de Gamba Osaka, Hashimoto acerta com Vissel Kobe (Foto: Getty Images)

Hashimoto, que já tinha sido especulado em novembro no Vissel, visto que seu contrato acaba no final deste ano e não seria renovado, já que o Gamba quer renovar o time e com isso, está dispensando e não renovando com praticamente todos os atletas de 30 anos ou mais, exceto com jogadores fundamentais, como o gênio Yasuhito Endo e o lendário lateral-direito Akira Kaji. O Vissel Kobe demonstrou interesse em contratar o atleta, de saída do time de Osaka, e conseguiu o acerto no começo desta semana, anunciando o jogador hoje.

Após 19 anos de Gamba Osaka, Hashimoto reforça o meio-campo do Vissel, que conta com nomes como Park Kang-Jo, Popó e Takayuki Yoshida. O volante, que atuou no Gamba como profissional desde 1998, mas que desde 92, já defendia as cores do time, pois jogou no Juvenil e Júnior do time de Osaka entre 92 e 98, fez uma bela história no clube, conquistando a Asian Champions League em 2008, a J-League em 2005, a Emperor Cup em 2008 e 2009, e a Yamazaki Nabisco Cup e a Super Copa em 2007. O jogador também defendeu a seleção japonesa em 15 partidas.

Já Takagi, foi uma surpresa. Nem surgiu a especulação de fato, e o jogador acertou com o clube, que já anunciou a contratação do atleta. O zagueiro, que já defendeu o Vissel por empréstimo em 2004, defendeu o Shimizu S-Pulse entre 2000 e 2008, e o Gamba Osaka desde 2009. Takagi, de 31 anos, também não teve seu contrato renovado e já defendeu a seleção japonesa em poucas partidas, cinco para ser exato, entre 2008 e 2009. Kazumichi reforça a zaga do Vissel, que já conta com o lendário Tsuneyasu Miyamoto.

Coluna do Pazini - Bom jogo no Mundial, mas podia ter sido melhor

Hoje pela manhã, o Santos se classificou para à Final do Mundial Interclubes, disputado no Japão, ao derrotar o Kashiwa Reysol por 3x1. A partida foi boa e teve belos gols, porém, poderia ter sido muito melhor, e isso, para ambos os lados, tanto pelo lado do Reysol, quanto pelo lado do Santos.

Sakai, um dos destaques do Reysol (Foto: Reuters)

O clube japonês, campeão histórico, da J2 e da J-League de forma seguida, se caracteriza pela organização tática e seis bons valores, além de um ataque rápido e perigoso. O "sexteto", começa com Sakai, que é um excelente lateral-direito, que também atua como zagueiro. O jovem valor foi o Melhor Jogador Jovem da J-League, tem muito talento, bom passe e cruzamento, boa visão, muita velocidade e dribla bem em alta velocidade, além de ser um excelente marcador e ter excelente posicionamento e visão tática; Otani, capitão da equipe, é um volante moderno e bom jogador: Tem bom passe e visão, marca forte, tem bom posicionamento e ainda mostra liderança; A dupla de brasileiros formada por Jorge Wagner e Leandro Domingues, teve boa temporada; e a dupla de ataque formada por Junya Tanaka e Kudo, é muito boa. Tanaka é rápido, tem bom drible, cria jogadas e finaliza razoavelmente bem, enquanto Kudo tem muita presença. E o time ainda conta com bons valores no banco de reservas, como o veterano matador Kitajima, Sawa, que fez sucesso na América do Sul, com destaque para o Cienciano e ainda Koki Mizuno, lateral-direito e meia-direita, que teve um belo começo de carreira no JEF e nas seleções de base do Japão, mas que depois de se transferir para o Celtic, nunca mais foi o mesmo e caiu muito de produção.

Já o Santos, time mais conhecido dos brasileiros, dispensa maiores apresentações. Com os craques Paulo Henrique Ganso e Neymar, além de bons jogadores como Borges, Arouca, Henrique e Danilo, Muricy no banco e um belo futebol, o time santista esbanja talento.

Além de bons nomes em ambas as equipes, os dois times praticam um bom futebol e, de minha parte, era esperado um bom jogo hoje, no entanto, não foi o que aconteceu. O jogo em si, foi bom sim, porém, poderia ter sido melhor, muito melhor.

Borges marcou um belo gol e foi importante, embora possa render mais (Foto: Reuters)

Nervosa, a equipe santista teve pouca posse de bola e criou poucas chances, no entanto, o talento individual de Ganso em passes geniais, de Neymar com um golaço e belas jogadas, e de Borges em belo gol, deu uma vantagem de 2x0 ao Alvinegro Praiano já no 1º tempo, uma prova da maior eficiência do Santos no jogo, que criou pouco, mas aproveitou as chances, enquanto o Reysol, que tinha posse de bola maior, variando entre 52% e 58%, e levava mais perigo, não tinha nem penetração, nem o passe mais decisivo e arriscado, e, com isso, não criava, de fato, grandes chances de perigo na 1ª etapa.

No 2º tempo, o Santos voltou um pouco melhor, mas o Kashiwa ainda era mais presente e tinha mais a bola. A partir da metade final do jogo, em busca da vitória, o time até teve mais penetração, graças, principalmente, a entrada de Sawa, que entrou bem no jogo.

Mas ainda assim, não adiantou muito, o Reysol fez um gol de honra em bola parada com o destaque Sakai, após cobrança de escanteio de Jorge Wagner, porém, o Santos com Danilo, em cobrança de falta, fez 3x1 e garantiu a vitória.

Os japoneses ainda tiveram chances de empatar a partida, com bolas na trave e uma chance incrível perdida por Kitajima, outro que entrou na 2ª etapa.

Sakai marcou e teve mais uma bela atuação hoje (Foto: Reuters)

Nesse momento é que se percebe que o jogo foi bom e bem movimentado, no entanto, poderia ter sido melhor. Por que? Porque ambos os times jogaram bem abaixo do que podem jogar. Pelo lado do Reysol, Sakai e Otani fizeram excelentes partidas, fazendo tudo o que já foi mencionado anteriormente como destaque dos dois jogadores. No entanto, o resto do "sexteto", não rendeu. Jorge Wagner tirando a assistência, pouco apareceu, já Leandro Domingues, deu alguns bons passes, mas também esteve bem abaixo do que o que rendeu durante a temporada nipônica. A dupla de ataque: Tanaka e Kudo, foi totalmente nula, com os dois em partidas irreconhecíveis. E para piorar, Kitajima quando entrou, foi ainda pior que os dois. Somente Sawa, dos reservas de destaque, entrou bem, criando chances e dando velocidade e penetração ao ataque.

E foi justamente isso que fez a diferença no jogo de hoje: O talento individual e o rendimento dos mesmos. Enquanto no Reysol, o "sexteto" não teve boa apresentação no geral, no Santos, o trio P.H. Ganso, Neymar e Borges, embora também não tenha tido a melhor das apresentações, jogou bem, protagonizou belas jogadas e ainda foram responsáveis pelos dois primeiros gols, com passe de Ganso e belas jogadas e conclusões de Neymar e Borges. Logo, o Santos não foi bem, mas foi mais eficiente e contou com seus principais jogadores fazendo a diferença, enquanto o Kashiwa, fez um bom jogo, mas abaixo do que pode e sem o brilho de seu "sexteto".

Neymar marcou um golaço e foi outro que foi importante, embora possa render mais. Santos precisa de mais do que apresentou hoje para ser campeão (Foto: Reuters)

Por isso, dá até para dizer que o Santos deu sorte. Sim. O Alvinegro Praiano deu sorte de passar à Final. Se contra um Kashiwa Reysol que não jogou o seu melhor futebol e teve quatro de suas principais peças em dia sem inspiração, foi difícil avançar, imaginem se o time tivesse enfrentado um clube melhor que o Reysol, afinal, embora tenha sido o campeão japonês, é consenso geral daqueles que acompanharam a J-League 2011, que o Nagoya Grampus, com uma defesa mais sólida e ainda mais talentos e opções no meio-campo e ataque, seria melhor opção que o Reysol para disputar o Mundial, isso fora times como o Shimizu S-Pulse e Yokohama F-Marinos, que são melhores que o Kashiwa, mas que não fizeram boa temporada e o Gamba Osaka - que agora está se reformulando com mudanças no elenco e renovação e tem uma defesa horrível, mas um meio-campo e ataque que dispensa comentários e que poderia estar junto, caso o time tivesse conseguido se classificar para o Mundial - que também tem um time melhor do que aquele que representou o Japão no Mundial Interclubes.

Contudo, há de se destacar que foi mais do que merecida a classificação santista. Sim, o Santos deu sorte, pois se tivesse enfrentado um time japonês melhor, ou um Kashiwa num bom dia, com todos os seus destaques inspirados, poderia ter sido eliminado, e sim, o Reysol poderia ter avançado à decisão, afinal, fez um bom jogo, mesmo com todos os problemas e perdeu chances de empatar a partida, isso fora os fatores já mencionados, mas o Santos, embora não tenha jogado mal, também pode jogar muito mais, e os jogadores que podem fazer a diferença, principalmente os craques Ganso e Neymar, também podem render mais.

No entanto, embora pudesse ter sido um jogo melhor, com ainda mais chances de gol e um futebol melhor de ambas as equipes, os dois times estão de parabéns. O Santos, pela merecida classificação à Final, onde enfrentará o vencedor de Barcelona x Al Sadd no próximo domingo, e o Kashiwa Reysol, por mesmo sem ser o melhor time japonês - isso não é opinião apenas minha, mas de todos que acompanham a J-League - ter ido longe e representado muito bem o Japão no Mundial. Ao Reysol, resta agora, manter a honra e conquistar o 3º lugar, também no domingo, quando enfrentará na disputa pelo "bronze", o perdedor do duelo de amanhã, entre Barça e Al Sadd. Se conseguir vencer a Disputa do 3º Lugar, o Kashiwa iguala as campanhas de Urawa Red Diamonds e Gamba Osaka, últimos clubes japoneses que disputaram o Mundial, em 2007 e 2008, respectivamente, que terminaram na 3ª posição, que inclusive, é a posição em que todos os japoneses que disputaram o Mundial, terminaram até hoje. Porém, os dois times, se quiserem o título e o 3º lugar, precisarão jogar o que podem render e mais, que seus principais jogadores brilhem mais, no caso do Kashiwa Reysol, que brilhem o que não brilharam hoje, com exceção de Sakai e Otani.

Erros Individuais e Futuro

Alguns cornetaram o goleiro Sugeno, afirmando que o defensor da meta do Reysol falhou nos gols, mas eu discordo. Além de um bom goleiro que fez uma bela temporada, Sugeno é baixo e tem braços curtos, o que já dificulta a defesa do arqueiro nos chutes, principalmente nos dois primeiros gols de hoje, sem contar que, embora um goleiro de melhor qualidade técnica, para não sair do Japão, Kawashima - goleiro titular da seleção japonesa - tivesse condições de defender os chutes de Neymar e Borges, não dá para tirar o mérito da dupla santista, pois foram dois belos disparos, ambos no ângulo, muito difícil para qualquer goleiro. E além dos dois primeiros gols, o terceiro nem se fala, a bola fez uma curva muito estranha. Sugeno não teve culpa em nenhum dos gols, não tem como culpar o arqueiro.

E o lateral-direito Hiroki Sakai - que foi especulado no Santos, mas que em matéria que já publicamos, afirmou que continua no Reysol e que não vê vantagem em atuar no Brasil, o que eu concordo, por não ver um nível técnico alto no Brasileirão, fora que, o jovem talento nipônico já tem propostas da Europa - na minha opinião, deveria ser o lateral-direito titular da seleção japonesa. Por que? Porque o atual titular, Atsuto Uchida, que defende o FC Schalke 04, há tempos que tem atuações apenas regulares e burocráticas, tanto pelo Schalke, quanto pela seleção japonesa. Uchida não vem jogando bem e, na minha opinião, é superestimado demais. Sakai está jogando muito mais do que Uchida, num nível técnico e até mesmo tático, superior que o do lateral do Schalke 04, e já faz por merecer chance como titular no lugar de Uchida, que hoje, para mim, deveria ser reserva dos Samurais Blues.